Conheça Larissa Melo e sua história com a música de Britt Nicole

Hoje começa uma nova série de publicações aqui no BNBR chamada “Minha História com a música de Britt Nicole“. Nessa série, você vai conhecer histórias de ouvintes da cantora Britt Nicole ao redor do Brasil e como eles foram impactados por sua música. Para estrear o quadro, Larissa Melo nos conta como canções da Britt ajudaram-na a se libertar da depressão e suicídio.


Minha história com a música de Britt Nicole – Episódio 01 Larissa Melo

“Ela estimulou a crescer em mim uma vontade de ajudar as pessoas sem esperar algo em troca, assim como Jesus nos ensinou.”

Larissa Melo tem 21 anos e é de Belo Horizonte, Minas Gerais. Ela conheceu a Britt Nicole em 2010 através de uma amiga (que depois descobriu que era sua parente!). A primeira música que ela ouviu foi Believe e, em seguida, You. “Depois disso, nunca mais larguei!”, nos conta. Depois de uma breve apresentação, começamos a conversar sobre seu testemunho.

BNBR: Qual o seu álbum favorito da Britt?

LM: Meu álbum favorito é o “Gold”.

BNBR: E a sua música favorita dela? Podem ser duas, vai… haha

LM: Still That Girl e Stand.

BNBR: E qual é a sua história com essas músicas?

LM: Vou começar por “Stand”. Estava passando por uma fase muito difícil quando a Britt lançou esse álbum com essa música. Foi quando, no mesmo mês, meu irmão (que tinha 3 meses de vida na época) esteve à beira da morte e eu tive depressão. Sempre tive problemas com autoestima… Ouvir essa música pela primeira vez foi como um alívio para minha alma. Eu estava me sentindo muito triste e parecia que tinha um fardo sobre minhas costas, pois tive que assumir algumas responsabilidades as quais eu não estava acostumada antes. Minha mãe precisava ficar com meu irmão internado e meu pai estava revezando entre o trabalho, a família (no caso, a companhia do meu irmão no hospital) e a igreja, pois ele é pastor em uma. Foi quando tive que dar uma pausa nos estudos para cuidar das minhas duas irmãs pequenas.

BNBR: Nesse tempo você estava com quantos anos?

LM: Eu tinha 15 anos. Era época de prova para as minhas irmãs e eu tinha responsabilidade de ajudá-las no estudo. Também tinha responsabilidade com os deveres de casa, as tarefas domésticas (coisas que eu já tenho costume mesmo de fazer). Na mesma época eu gostava de uma pessoa e essa pessoa me humilhou muito. Eu estava muito decepcionada.

Foi quando eu ouvi a música “Stand” e percebi que Deus nunca tinha me abandonado. Só faltava eu abrir meus olhos para enxergar isso. Um trecho da música que me marcou muito foi “Tu és minha rocha quando as tempestades sopram” e, curiosamente, na mesma época, o Britt Nicole BR estava com uma campanha para escolher uma frase para colocar nas camisas da loja virtual. Coincidentemente, minha frase foi escolhida (mais curtida no Facebook). Foi a frase que eu citei acima.

“Me derramei em lágrimas e o Senhor começou a me curar desde aquele dia.”

BNBR: Ahhhh! Eu lembro dessa camiseta e da votação! E como foi sua história com Still That Girl?

LM: Foi quando eu, em um dia, tentei me matar, mas na hora em que eu peguei a faca eu levantei eu ouvi uma voz me falando que não era para fazer isso, e senti de colocar a música “Stand” para tocar. Me derramei em lágrimas e o Senhor começou a me curar desde aquele dia. Logo depois, senti de colocar a música “Still That Girl” para tocar. Na mesma hora, senti que poderia sair daquela situação e com a minha experiência poderia ajudar outras pessoas que passaram pelo mesmo que eu. Essa música também me ajudou muito no meu processo de emagrecimento, que sempre foi meu sonho. Ela estimulou a crescer em mim uma vontade de ajudar as pessoas sem esperar algo em troca, assim como Jesus nos ensinou.

BNBR: Você se sente confortável pra falar o que te levou a esse desejo de suicídio?

LM: Claro! O desejo de suicídio surgiu quando eu entrei em depressão. Estava numa profunda tristeza e minha autoestima estava muito baixa, pois sempre fui zoada na escola e sempre que queria uma roupa bonita ela não me servia porque eu era obesa (problema que se agravou na depressão). O problema da autoestima veio desde criança, mas o ápice de tudo foi ter juntado todas essas coisas no mesmo período. Na época, eu também tive bulimia (foi um período bem curto, graças a Deus). Consegui perder peso, ser saudável, ter felicidade através de Jesus Cristo e mudar toda a rotina da minha casa com relação à saúde. O trecho que mais me motivou em “Still That Girl” foi “sua vida deu uma reviravolta, você caiu e isso doeu, mas você ainda é aquela garota e irá mudar esse mundo”. Eu entendi que não necessariamente precisa ser o mundo em si, mas pode ser o seu próprio mundo ou o mundo de uma pessoa próxima.

O antes e depois de Larissa Melo

BNBR: Seu irmão ficou quanto tempo no hospital?

LM: Três meses.

BNBR: Que lindo testemunho!

LM: Eu confesso que estou muito feliz de estar compartilhando isso, porque sei que posso ajudar outras pessoas. Quando eu passei por um momento difícil, eu vi a mão de Deus na minha vida, sabe? Eu sei que Ele pode ajudar outras pessoas, porque Ele é o Senhor de tudo e Ele nos ama. Muito obrigada pela oportunidade!

BNBR: Que lindo, Lari! Eu que agradeço de você estar compartilhando isso com a gente! E espero que outros ouvintes da Britt também se sintam estimulados a compartilhar as histórias deles com as músicas dela também.

• 📲 Siga a Larissa no Instagram: @larimelo_qs


Quer compartilhar sua história?

Entre em contato com a gente enviando um direct no Instagram (@brittnicolebr) ou uma mensagem para nossa página do Facebook (Britt Nicole Brasil). 😉 Nos vemos no próximo episódio!